segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Férias "tiro curto" !



Nunca tivemos oportunidade de folgar durante os dias de semana (exceto feriados), com isso, sempre idealizamos um período de férias acampando, mas nunca foi possível.
Longe de ser o que mentalizamos, um período de mais do que 2 semanas 100% num camping, neste último mês (outubro) conseguimos uma pequena dose desse descanso juntos.

Viajamos para Pomerode, cidade vizinha a Blumenau em Santa Catarina, depois fomos para região serrana do Rio de Janeiro na cidade de Petrópolis, de lá seguimos para Angra dos Reis e logo depois para Paraty. Tudo excelente !
Retornamos para São Paulo e no dia seguinte fomos para Itú/SP, finalmente acampar. Mesmo que por apenas 3 dias; Já que na quinta-feira pré-feriado do dia 02/11 haviamos prometido ir para a casa de parentes em Rio Claro/SP.

O camping escolhido por nós foi o Chapéu de Sol (Estrutura, atendimento e higiene nota 10). Já haviamos acampado diversas vezes lá e sempre ocorreu tudo muito bem.
Meu pais (Danilo) foram juntos para passar o dia, retornariam no mesmo dia no final da tarde.

Ao chegarmos nos deparamos com a sempre costumeira receptividade dos funcionários da portaria. Nos atenderam prontamente e tiraram todas as dúvidas. Deixando livre para acertarmos a conta na entrada ou na saída, resolvemos já pagar as diárias ali mesmo.
Acho muito bacana campings que abrem a famosa conta no bar/lanchonete, lá no Chapéu de Sol é assim, quando fomos almoçar e moça do restaurante já ofereceu essa possibilidade. O que é bom para ambos os lados; Para os campistas, que não precisam se preocupar em ficar levando dinheiro para lá e para cá, e para o comércio em si, que, sem a famosa “botada de mão no bolso” acabam lucrando mais com o descontrole dos clientes.
Almoçamos lá, e durante os outros dias peguei cerveja, gelo e sorvetes sem me preocupar.
No fim, a conta saiu bem barata, ½ do que eu esperava deixa lá.

Para quem ainda não foi no Chapéu de Sol, eu recomendo sem medo de errar.
Hoje é o melhor camping dentre os que nós já conhecemos.

Lembro que esse é um estilo de camping que eu classifico como camping clube, ou seja, há diversas opções de lazer (piscinas, saunas, etc), e onde há essas modalidades é inevitável barulho e certa “muvuca”, porém nada impossível de suportar.

Os frequentadores são respeitosos, educados e sabem bem o horário de manerar nas zueiras, porém, de repente pode aparecer algum grupo desavisado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário