segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Como escolher? (+ lembretes de viagem)




Claro que para todas as pessoas que decidem ou cogitam acampar o primeiro passo, seja ele por um marinheiro de primeira viagem quanto para um veterano no campismo, é a escolha do local, claro !

Deixamos claro aqui que não vamos citar locais para “camping selvagem”, ou seja, aqueles realmente imersos na natureza sem qualquer estrutura de apoio ou então modalidades similares. Nada contra essa forma de acampar, mas o campismo que gostamos de fomentar é o “camping de lazer”, com estrutura mínima de suporte.

Vamos seguindo, como escolher um camping:

- O primeiro passo é pensar na relação cruel entre distância de viagem x tempo disponível. Se o camping for longe e você só pode ir num final de semana, só faça isso (ir para longe) se estiver muito afim dessa aventura rodoviária.

- Definido esses limites de Distância vs Tempo, procure descobrir quais são os campings disponíveis dentro do raio em que você pretende alcançar sem ficar muito distante e demorado para ir e vir, por exemplo: “200km de minha casa está ótimo”.

- O próximo passo é deixar de ser egoísta e pensar em quem vai acompanhá-lo nessa viagem; Crianças, amigos baladeiros, amigos mais pacatos, família inteira (criançada, idoso, etc), você e sua esposa, turma aventureira, turma do churrasco, galera da pescaria, pessoal off-road, nerds criados em apartamento, verdadeiros Bear Grylls do programa “A prova de Tudo” do Discovery Channel, grupo Zen Budista, etc....

- Tudo bem, agora pense em você, o que gosta de fazer no tempo livre: Pegar uma piscina, tomar uma cerveja, curtir uma praia, ficar à tôa, pescar, etc. É sempre bom escolher um destino que possua opções de lazer para todos. O que normalmente é fácil de encontrar.

- Acesse a internet e procure informações oficiais sobre o camping (site do camping). Ainda na internet, busque opções em sites de guia de campings, um excelente que recomendo sem medo de errar é o Macamp (www.macamp.com.br) do incansável Marcos Pivari.
Continue e busque por depoimentos sobre o camping escolhidos (após uma triagem), vale todo tipo de fonte de informações: Blogs, fóruns, sites, vídeos, fotos, etc.

- Programe sua viagem. Busque por caminhos, detalhe o roteiro de viagem, verifique quantos pedágios terá que pagar, se o combustível vai dar, se há postos de qualidade no caminho, local para realizar um lanche rápido, banheiros descentes, etc.
A melhor dica de todas (coisa que não havia antigamente) é utilizar o recurso do Google Maps e do Google Street View, por ali dá para analisar boa parte do caminho, observar atalhos, etc.

- Parte que muitos esquecem mas que é de extrema importância: Carro – Verifique a validade do óleo do seu veículo, condição das paletas limpadoras do parabrisa (vidro dianteiro), água no reservatório do lavador de parabrisa, luzes (farol, luz de sete, lanterna, luz de placa e luzes de freio), calibragem da pressão dos pneus (inclusive estepe), água no radiador e se os freios não estiverem 100%, revise-os numa oficina (se substituir as pastilhas de freio do seu carro, lembre-se que pelos 200km iniciais as pastilhas podem sofres superaquecimento e perder o rendimento = não frear) – Jamais trafegue por trechos de serra com o carro carregado e com pastilhas recém substituídas (rode na cidade por uns 200km antes de pegar estrada) Ou seja, não troque pastilhas na véspera da viagem.

Para resumir, uma escolha bem feita e uma condição responsável garante uma viagem tranquila e agradabilíssima a você e sua família.

Jamais beba e dirija !
Dentro dos limites do camping, não corra !


Um comentário:

  1. Legal Danilo

    Boas dicas, pequenos detalhes que passam facilmente despercebidos quando associado possibilidade de um bom final de semana de camping.

    ResponderExcluir