quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Primeira esticada de cordinha !


Acabamos de receber um e-mail da querida prima Daniela pedindo umas dicas para um primeiro acampamento em família que ela pretende realizar em breve.
Como infelizmente não poderemos participar desse momento tão legal, resolvi (Danilo) escrever algumas dicas importantes e iniciais para um campista de primeira viagem.


Foto: Equipamento do Sr. Luis do site www.ocampista.com.br


São coisas básicas, mas relevantes:

Master dica 1 – Não se preocupe com aquisição de equipamentos, com o tempo você poderá adquirir um monte de coisas que julgue realmente úteis com certo conhecimento de causa; Um campista de primeira viajem sempre acaba se empolgando e comprando um monte de coisas desnecessárias na pratica.

Master dica 2 – Esteja preparado para encarar qualquer condição climática (meteorológica) e climática (espírito das pessoas). É comum passar dias de lazer e descanso muito bons, porém, ocasionalmente algumas surpresas desagradáveis podem surgir, como por exemplo: Um temporal, uma ventania, vizinhos barulhentos, campings mal organizados/geridos, entre outras surpresas. Saiba que é você quem cria um clima ruim, é você e sua cabeça que criam condições para superar esses “perrengues”.

Master dica 3 – Lonas. Por mais que as atuais barracas possuam impermeabilizações muito eficientes, nenhuma é 100%. Para oferecer um conforto bacana e um noite bem dormida, algumas lonas são necessárias (lonas leves com ilhoses nas extremidades). Leve em suas tralhas pelo menos 2, uma para cobrir a barraca e outra para forrar o chão onde você montará sua barraca. Para fixá-las, opte por cordinhas + estacas (espeques) ou elásticos (aranhas), esses últimos são facilmente encontrados em lojas de materiais para construção e bricolagem ou acessórios para motos.

Master dica 3.1 – Para sustentar a lona superior que indicamos na master dica 3, é interessante utilizar um gazebo (tenda montável). Você pode colocar a lona por cima da barraca numa boa, desde que seja leve. Porém, isso não vai oferecer uma boa ventilação bem como poderá forçar a estrutura (varetas) da barraca. Um gazebo é ideal para segurar essa lona. Normalmente os campistas utilizam 2 gazebos lado-a-lado. Um como “cozinha” e outro para montar a barraca debaixo. Sobre esse da barraca é que se cobre com a lona leve.

Master dica 4 – Opte por um camping renomado. Pesquise na internet e escolha um cuja estrutura atenda às suas necessidades. Se procura lazer, opte por campings com piscina, sauna,, etc. Se quer contato com natureza, procure campings com cachoeiras, trilhas, etc. Se gosta de paz e tranquilidade, opte por camping distante das grandes cidades.
E mais, sempre confie nos depoimentos de outros campistas que já frequentaram o local. Pesquise em redes sociais, fóruns campistas, vídeos na internet e até fotos feitas por clientes do local.


No mais:

- Colchão inflável e inflador. Fogareiro tipo cartucho (se não quiser cozinhar, opte por um camping que ofereça restaurante e lanchonete, as vezes sai mais barato do que você imagina).

- Tente montar o seu equipamento em um local nivelado porém observando se não é um plano diante de alguma depressão (espécie de canecão), pois numa chuva intensa a água tende a se acumular em locais assim. Da mesma forma, um local inclinado é horrível para dormir.

- Observe as árvore no entorno se não oferecem risco de queda de galhos velhos.

- Evite acampar no topo de morros, todo vento sempre sopra mais forte nesses locais.

- Desencane dos insetos (leve um repelente para o final de tarde + noite).

- Proteja-se do sol, leve e use protetor solar (nunca subestime a intensidade dos raios solares)

- Não esqueça de levar travesseiros, produtos para higiene pessoal, panos em geral (para limpar as coisas na hora de ir embora), alguma comida pronta não perecível (salgadinhos, bolachas [biscoitos], etc).

- Uma caixa de isopor ou bolsa térmica ajuda um bocado a ter sua cerveja gelada e refrigerantes também. A maioria dos campings vendem sacos de gelo por preços justos.

- Uma mini farmácia: Remédios para dor de cabeça, cólicas (mulherada) e curativos do tipo bund-aid, nada além disso se não for hipocondríaco.

Tralha inicial:

- Cadeiras, cadeiras são sempre ótimas companheiras num camping. Não esqueça delas (há boas opções hoje em dia, desmontáveis e dobráveis com encosto e braços), pesquise por ai, compre e leve.
- Uma mesa desmontável também é uma boa dica, ajuda em tudo.
- Se optar por cozinhar, não esqueça das panelas, pratos e talheres (descartáveis ou não), detergente e esponja para lavar depois. E é claro, o fogareiro.
- Se for cozinhar, leve seus mantimentos dentro de uma caixa plástica com tampa, assim estará protegida de insetos, chuva, etc.
- Colchão inflável e inflador é vital.
- Gazebo e lonas como já descrito.
- Estaquinhas (espeques) e um martelo de borracha.
- Extensão elétrica grande com benjamin (“T”) na ponta.
- Lâmpada + soquete ou lanternas.

Crianças (apenas 3 dias):

- Ligue seu “radar” e monitore brincadeiras e possíveis riscos (sem encanação);
- Protetor solar e repelente neles;
- Deixe-as explorarem livremente a natureza e as opções de lazer.

Acho que é isso. Tenha logo a sua primeira experiência e depois aprimore seus recursos.
Isso é uma parte deliciosa do campismo, organizar e determinas as suas “tralhas”.

Depois conte-nos como foi.
Abração !

Nenhum comentário:

Postar um comentário