quarta-feira, 2 de abril de 2014

Filmes quase estragaram o campismo.



 Foto retirada da internet, autor desconhecido.

Ao dizer que gostamos de acampar, nos deparamos com afirmações/questionamentos de pessoas que nunca foram como esses:

- Não consigo dormir em colchonete
- Como vocês fazem para ir ao banheiro?
- Não quero tomar banho gelado no rio
- Não curto comer só miojo e comida enlatada.
- Já fui uma vez, choveu e estragou tudo !
- E se alguém decidir roubar vocês?
- Vocês caçam o que comer?
- E se uma cobra picar um de nós?
- Não curto camping, muita gente jovem “zuando” no mesmo lugar.
- Campistas sempre deixam o ambiente sujo, largam um monte de lixo na natureza.
- Meu carro é pequeno, não dá para levar a barraca.
E por ai vão as desculpas...

Definitivamente o pessoal acha que camping só existe na opção selvagem.
E atualmente (anos de 1990 e 2000) não são destinos como esses que a maioria dos praticantes procuram quando decidem viajar para curtir um bom acampamento em família ou com os amigos; 90% procuram campings com boas estruturas de apoio e diversão/entretenimento.
Hoje os campings de sucesso são praticamente clubes de lazer.

Se você curte campismo selvagem, ótimo. Mas não considerados essa prática segura nos dias de hoje em nosso país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário