terça-feira, 30 de junho de 2015

#MEI15 – Se cercasse virava hospício, se cobrisse virava circo !


Vista parcial da área de barracas do Camping Carrion durante o #MEI15

Não posso deixar de esboçar essas linhas a seguir, são um resumo do que foi o tal do #MEI15; o evento da alegria.

Tenho lá minhas dúvidas se esse não foi o melhor evento de campismo que já tenha ocorrido, vai saber.
Muita coisa bacana aconteceu, crianças correndo e brincando soltas, adultos interagindo, o dia, a noite, o sol, as estrelas, o frio e o vento, as músicas, cantorias ao violão, campeonato de churrasco, brincadeiras com pimenta (veja o vídeo clicando aqui), o almoço coletivo, o arraiá, as fotos, o drone, TUDO.

Diante de tudo que aconteceu, eu destaco a espetacular presença humana no evento.
Pensando bem, o evento em si não foi nada demais, quem deu um verdadeiro espetáculo foram as pessoas.
Em momento algum eu sequer tive notícias de algum stress, de alguma cara feia, de algum bafafá, de alguma fofoquinha.
O contrário, vi pessoas se abraçando, tirando sarro umas das outras sem melindres, celebrando a união, comemorando as novas amizades, bebendo, gargalhando, comendo juntas, rindo, fotografando e muito mais. Pessoas que nunca se viram na vida estavam tão integradas como antigos amigos.
Foi uma celebração ao estilo de turismo que tanto amamos, o campismo.

Mas acima de tudo, foi uma prova de que ainda adoramos conviver em grupo. De que o ser humano não se tornou aquele chato de carteirinha que vive dando patrulha virtual em nome das regras, da ostentação, da chatice do politicamente correto, da babaquice engessada dos padrões.
No #MEI15 havia gente bem rica e bem pobre, formandos e analfabetos, religiosos e ateus, de todas as raças, todas as ideologias, visões políticas, torcidas de futebol, etc. Nada disso importou, ninguém reparou nessas coisas tolas que só nos desgastam e nos torna mais doentes !
Foi a prova de que ainda temos saudade do tempo em que colocávamos as cadeiras na rua para conversar por horas com os vizinhos. Ou mesmo ver as crianças para lá e para cá falando alto e correndo sem se cansarem.
No MEI os adolescentes deixaram seus gadgets eletrônicos dotados de internet de alta velocidade guardados um pouco de lado, sem aquela famosa teimosia da idade que acha tudo um porre, tudo chato e desinteressante.
Todos entraram no espírito do campismo autêntico como se fosse em suas próprias festas, e era! A festa foi de todos!
Dos praticamente recém nascidos até à bisavó, todos se sentiram em casa.
Eu posso apostar que foi bem isso que aconteceu em cada uma daquelas barracas, gazebos e espaços.

E, mesmo muitos querendo me elogiar no dia do evento pelo evento. Reafirmo que, para mim, o #MEI15 não é meu, nem dos meus grandes amigos Campiratas que tanto me ajudam com tudo; É de todos !
Porém, se posso me orgulhar de alguma coisa é do resultado de algumas ideias que colocamos em prática.
Prova disso é que a maioria aprovou esse encontro e realizou uma verdadeira avalanche de comentários elogiosos, fotos maravilhosas e interatividade pós-evento.
Isso me deixou muito feliz, pois os meus únicos objetivos pessoais (talvez poucos saibam disso) com tudo isso, na contramão de tudo que vemos/lemos em redes sociais, são justamente 2 coisas: Promover a coexistência e a alegria.
Posso até estar no caminho errado, mas garanto que quero acertar.
No futuro posso vir a desistir, sei lá. Mas a sensação atual é de dever cumprido.

Já sinto saudades das 45 horas que estive no MEI15, e que venha o MEP15 (Multi Encontro de Primavera 2015) !

Em breve, no próximo post, vou divulgar fotos e vídeos dessa maluquice toda que eu tanto adoro !

Em tempo: Agradeço a minha esposa Rose, que durante o evento todo só pude ver por poucos instantes devido a correria. Patrícia e Afrânio do Afrapaty; Elen e Reinaldo; Thais e Marcelo do Camping a dois, Alessandra e Marcello da Malokada; Paulinha e Vitor, Juliana e Fábio Cerrito, Patrícia e Márcio Véio, Lia e Rodrigo Fogaça, Aline e Thiago; que estiveram conosco em praticamente todas as acampadas dos Campiratas.
Agradeço o Camping Carrion pelos brindes e todo o apoio prestado ao nosso evento. Esse pessoal é nota 1.000. Também à loja Arte na Mata pelos brindes. E também aos demais amigos que forneceram brindes para sortearmos.

E é claro, agradeço a todos os 139 amigos que participaram desse histórico e inenarrável evento, o MEI15.

11 comentários:

  1. Foi sensacional. Eu jamais me conformaria de não ter ido. Mais uma vez, obrigada. Beijo grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afirmo que a festa toda não seria a mesma sem vocês. Abração

      Excluir
  2. Lindas palavras, disse tudo foi muito bom estar com todos, o que me fez ver o quanto todos são unidos foi o episodio das barracas na noite da festa apesar do mal intendido, depois virou só risada e o que fiquei pensando poxa como as pessoas se preocupam um com os outros, isso foi muito legal. A participação de todos cantando parabéns pra SOGRA , no caso minha mãe nem todos imaginam a alegria dela nesse dia pois há 3 anos após a morte do meu irmão ela não comemorava seu aniversario e isso foi uma superação foi muita alegria e não apenas lagrimas, agradeço de coração por todos que organizaram tudo. E que venha #MEP15

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belos exemplos de como estávamos todos na mesma sintonia (na mesma vibe como dizem os mais novos).
      Foi tudo muito bom realmente !
      Agora é aguardar o próximo.

      Abração e obrigado.

      Excluir
  3. Danilo e Rose.

    Já falei em algum lugar mais só reafirmando aqui.
    O MEI 15 foi uma experiencia impar nas nossas vidas , experiência esta que levaremos nos nossos corações.
    Foi incrível, conhecer pessoas que compartilham dos mesmos ideais que nós , dos mesmos sonhos e planos , da simplicidade da vida no camping.
    Com certeza o MEI , vai ficar guardado nas lembranças e historias dos meus filhos.
    Meu muito obrigado a organização.
    Posso afirmar com toda certeza , que por 45 horas eu tive os melhores 142 amigos do mundo .e olha que nem conheci todo mundo, mais o que valeu mesmo foi a convivência e cumplicidade de cada um de nós que estivemos ali.
    Bora pro MEI 16 , 17,18 .....
    Sensacional ..... vcs são 1000
    Super beijo

    Aline , Marcos, Giovanna e Enrico Raja Polcelli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado família Raja Polcelli, foi uma satisfação enorme ver tudo aquilo acontecer e como eu afirmei no texto, sorrisos por todos os lados.
      Esse é o melhor pagamento por idealizar e promover essas brincadeiras. Não queremos um centavo de ninguém, queremos amigos !

      Forte abraço e até a próxima.

      Excluir
  4. Sensacional a questão do COEXISTIR. A sociedade atual infelizmente foi "doutrinada" a competir, competir e competir para ter sucesso.
    Percebo que num grupo de campistas, a grande maioria se ajuda como deveria ser em toda a sociedade.
    Comprei uma barraca e vou iniciar nesse mundo juntamente com minha família. abçs e parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  5. Sensacional a questão do COEXISTIR. A sociedade atual infelizmente foi "doutrinada" a competir, competir e competir para ter sucesso.
    Percebo que num grupo de campistas, a grande maioria se ajuda como deveria ser em toda a sociedade.
    Comprei uma barraca e vou iniciar nesse mundo juntamente com minha família. abçs e parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venha conosco no MEV16, vai ser fantástico !
      Obrigado pela leitura do blog.
      Abração.

      Excluir